Mostrando postagens com marcador Calendário Fashion. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Calendário Fashion. Mostrar todas as postagens

26 outubro 2014

Oscar de la Renta

Em 22 de julho de 1932 nascia o dominicano Óscar Arístides Ortiz de la Renta Fiallo - Mais conhecido como Óscar de la Renta no mundo fashion - mais tarde se naturalizando estadunidense.
Aos dezoito anos se mudou para Espanha e iniciou seus estudos em pintura -Seu talento para ilustrador abriu as portas para sua carreira no mundo fashion. Trabalhou para nomes como Lavin- Castillo e depois se mudou para Nova York para trabalhar com Elisabeth Ardem. Em 1965 ele lançou sua própria marca. Em 1967 casou-se com editora chefe da Vogue francesa Francoise de Langlade. Seu estilo é identificado pelas estampas na seda delicada, babados, silhueta suave e cores vibrantes, todos esse quesitos se tornaram sinônimo de luxo casual.



De la Renta sabia como valorizar uma mulher em seus mais diversos modelos de roupas. A delicadeza e a perfeição dos croquis caíram no gosto da primeira Dama Jaqueline Kennedy e das damas do Red Carpet, sem contar os vestidos de noiva do qual Amal Alamuddin (esposa de George Clooney) se casou esse ano. 

Oscar de la Renta Faleceu dia 20 de outubro de 2014. 














Imagem retiradas : Google imagens.

12 novembro 2012

Grace Kelly

Boa Noite! Hoje no Calendário Fashion vamos falar da linda atriz e princesa Grace Kelly(Era pra eu me chamar Grace Kelly)!

Ela nasceu há exatos 83 anos atrás na Filadélfia e essa seria sua idade se não tivesse falecido no ano de 1982 em um acidente de carro em Mônaco.

Batizada como Grace Patricia Kelly, era filha  do casal Jack Kelly e Margaret Katherine Maier, Grace estudou inicialmente na Ravenhill Academy e, logo depois, foi transferida para a Stevens School, ambas em Germantown na Pensilvânia, onde se interessou por dança e teatro.

Alguns parentes de Grace Kelly eram ligados às artes, principalmente ao teatro e ao cinema. Seu tio Walter Kelly, irmão mais velho de seu pai, era um ator multifuncional, ou seja o talento veio do berço.

Carreira (trechos retirados de Wikipédia)

Quando criança, Grace queria ser atriz e também bailarina. Mesmo com a oposição de seus pais à sua carreira artística, ela atuou em 1939, na época com 10 anos de idade, em sua própria peça teatral. Porém, foi aos 12 anos que, ao lado de sua amiga de infância Alice Godfrey, ela fez sua estreia nos palcos, atuando de forma destacada na peça Don't Feed the Animals.
Por causa de suas notas baixas em matemática, ela foi rejeitada pela Bennington College, em julho de 1947, para desespero de seus pais. Kelly decidiu, então, dar continuidade a seu sonho de se tornar atriz. Ela viajou para Nova Iorque, onde fez um teste para a Academia de Artes Dramáticas de Hollywood usando um fragmento da peça The Torch-Bearers, de seu tio George. Embora a escola já tivesse escolhido os estudantes para aquele semestre, Kelly conseguiu uma entrevista com o diretor de admissão da escola, Emile Diestel, e ela foi aceita, com a ajuda de seu tio George.
Ao longo de seus seis anos de carreira como atriz, Kelly estrelou onze filmes e recebeu indicações a diversos prêmios da indústria cinematográfica, tendo ganhado o Oscar de Melhor Atriz em 1955. Grace ganhou também uma estrela na calçada da fama de Hollywood, por sua contribuição ao cinema mundial.
Grace teve uma vida amorosa agitada e moderna para os padrões da época antes de se casar com o Príncipe Rainier III em 1956.
Ela deixou de ser virgem antes de matricular-se na Academia de Artes Dramáticas de Nova Iorque, em outubro de 1947, afirmando que "não queria chegar na faculdade inexperiente nos caminhos do amor" 

O casamento de Grace com o príncipe Rainier se deu em dois momentos: o primeiro, realizado em 18 de abril de 1956, foi o casamento civil e o segundo, que aconteceu em 19 de abril do mesmo ano, foi a cerimônia religiosa. Grace e Rainier tiveram três filhos: Carolina Margarida Grimaldi, Albert Alexandre Louis Pierre e Stéphanie Marie Elisabeth Grimaldi, nascidos respectivamente nos anos de 1957, 1958 e 1965.


Filmografia

AnoTítuloTítulo no BrasilPersonagemDiretorNotas
1951Fourteen HoursQuatorze HorasLouise Ann FullerHenry Hathaway
1952High NoonMatar ou MorrerAmy Fowler KaneFred Zinnemann
1953MogamboMogamboLinda NordleyJohn FordIndicada ao Oscar na categoria Melhor Atriz
Vencedora do Globo de Ouro
1954Dial M for MurderDisque M para MorrerMargot Mary WendiceAlfred HitchcockIndicada ao BAFTA na categoria Melhor Atriz Estrangeira
1954Rear WindowJanela IndiscretaLisa Carol FremontAlfred HitchcockVencedora dos prêmios NYFCC e NBR na categoria Melhor Atriz
1954The Country GirlAmar é sofrerGeorgie ElginGeorge SeatonVencedora do Oscar na categoria Melhor Atriz
1954Green FireTentação verdeCatherine KnowlandAndrew Marton
1954The Bridges at Toko-RiAs Pontes de Toko-RiNancy BrubakerMark Robson
1955To Catch a ThiefLadrão de CasacaFrances StevensAlfred Hitchcock
1956The SwanO CisnePrincesa AlexandraCharles Vidor
1956High SocietyAlta SociedadeTracy Samantha LordCharles WaltersGrace Kelly interpreta a canção "True Love", indicada ao Oscar na categoria Melhor Canção Original
Informações retiradas de: http://pt.wikipedia.org/wiki/Grace_Kelly

Livro sobre Grace Kelly
Grace Kelly As vidas secretas da Princesa


06 outubro 2012

Brigitte Bardot

Madame Brigitte Bardot nasceu dia 24 de setembro de 1934 em Paris (vovó Brigitte) e é uma das poucas ( e acho que a única se não me engano) Divas do cinema internacional que ainda está viva. Foi símbolo sexual nos anos 50 e 60.
Filha de Louis Bardot (industrial da alta burguesia francesa)  e Anne Marie,que foi quem influenciou em sua carreira artística.
Aos treze anos Brigitte entrou para o conservatório de dança e música de Paris, o Conservatoire National Supérieur de Musique et de Danse de Paris. Aos quinze anos começou a fazer trabalhos de moda, sendo capa da revista Elle francesa aos 16 o que lhe rendeu um convite do jovem cineasta Roger Vadim para fazer um filme que acabou não sendo produzido, mas que a fez seguir para os caminhos da dramatização. 

Começou fazendo alguns filmes de Vadim com quem se casou que não a fizeram tão famosa, mas foi com  E Deus Criou a Mulher (1956), com a então jovem sensação masculina do cinema francês da época, Jean-Louis Trintignant. O filme, sobre uma adolescente amoral numa pequena e respeitável cidade do litoral, fez um grande sucesso - e causou grande escândalo - mundial, transformando BB (como foi apelidada carinhosamente) num sex-symbol, com suas cenas de nudez correndo as telas de cinema de todo o mundo.

Só não entrou para as telas de Hollywood pelo seu sotaque e inglês limitado.

Mulher e noiva de John Lenon e Paul McCatney na época  usavam seus cabelos iguais aos de Brigitte, sua influencia foi tanta que cantores como Elton John, Billie Joel entre outros fizeram músicas com seu nome ou em dedicatória a ela. Em Búzios no Rio de Janeiro há uma estátua de bronze em tamanho natural na Ola Bardot feita homenagem aos tempos em que passou aqui no Brasil. Para o comércio da França ela era mais importante que industrias. 



Anos depois Brigitte decide viver uma vida reclusa e se dedicar ao ativismo e defender os animais se tornando assim vegetariana e ganhando também vários processos nas costas por criticar o islamismo na parte em que fazem sacrifícios de animais nos rituais da religião. 

Hoje está casada com o então ex-conselheiro  do político francês Jean-Marie Le Pen,  Bernard d'Ormale.


Filmografia principal

AnoTítulo originalTítulo no BrasilTítulo em Portugal
1973Don Juan ou Si Don Juan était une femme…Se Dom Juan Fosse Mulher
1971Les PétroleusesAs Petroleiras
1971Boulevard du rhumBoulevard do Rum
1970Les novicesAs Noviças
1969Les femmesAs Mulheres
1968ShalakoShalakoShalako
1968Histoires extraordinairesHistórias ExtraordináriasHistórias Extraordinárias
1966À coeur joieEu sou o Amor
1966Masculin fémininMasculino-Feminino
1965Viva María!Viva María!Viva María!
1965Dear BrigitteMinha querida Brigitte
1964Une ravissante idioteAs Malícias do Amor
1963Le méprisO DesprezoO Desprezo
1962Vie privéeVida Privada
1961Amours célèbresAmores Célebres
1960La VeritéA VerdadeA Verdade
1959Babette s'en va-t-en guerreBabette vai à Guerra
1958Les bijoutiers du clair de luneVingança de MulherAo Cair da Noite
1957Une parisienneO Príncipe e a Parisiense
1956Et Dieu... créa la femmeE Deus Criou a Mulher
1956Helena de Troia (1956)Helena de Troia (1956)
1955Futures VedettesA Mais Linda Vedete
1952Manina, la fille sans voileManina, a Moça Sem Véu

Informações retiradas da página:http://pt.wikipedia.org/wiki/Brigitte_Bardot.

Livro que Brigitte escreveu.

Um grito no silêncio ou Un cri dans le silence : Revolta e nostalgia. 
http://www.amazon.com/cri-dans-silence-French-Edition/dp/2268047253

01 setembro 2012

Coco Chanel


Gabrielle Bonheur Chanel nasceu em Saumur dia 19 de agosto de 1883. Sua família era numerosa, mãe Jeanne Devolle (doméstica)pai, Albert Chanel (feirante), mais quatro irmãos. Com a morte precoce de sua mãe  Coco e as irmãs foram para um colégio interno.(Colégio Nossa Senhora da Misericórdia ). Aos vinte anos conseguiu sair do colégio e arranjar emprego no comércio e no meio meio artístico. Logo depois conheceu Etinne Balsan, socialite e herdeiro de uma famosa fábrica de tecidos que na época fabricava os uniformes do exército. Porém o romance não durou muito.
Chanel teve mais outros dois romances que lhe renderam inspiração um com um príncipe pobre russo, Dmitri Pavlovich, fazendo-a desenhar roupas com bordados de folclore russo, contratando 20 bordadeiras.  O outro romance que não lhe rendeu bons frutos, foi com um oficial alemão durante a segunda guerra mundial, muitos franceses deixaram de frequentar sua loja por este motivo fazendo-a passar por dificuldades financeiras, então passou a vender suas roupas para o outro lado do Atlântico, nessa época residindo na Suíça.

Com a admiração de Jaqueline Kennedy por Chanelcomeçou a aparecer em revistas de moda com seus tailleurs, casacos e sapatos. Marilyn Monroe também a consagrou usando a fragrância de Chanel nº5.  


Voltando a residir na França, Chanel faleceu no ano de 1971 em Paris no Hotel Ritz Paris, onde viveu longos anos.


informações do site:http://pt.wikipedia.org/wiki/Coco_Chanel imagens do Google imagens.

Filme sobre a vida de Coco Chanel 
Coco antes de Chanel


Livros
O Evangélio de Coco Chanel


Chanel o Vocabulário de estilo.


"As mulheres estão sempre vestidas demais, mas nunca muito elegantes", afirmava Coco Chanel.